Sistema Solar On Grid (Conectado à Rede)

Já pensou em ter um sistema solar on grid em sua casa ou estabelecimento? Calma, se você ainda não sabe o que é, ou como funciona, você precisa entender que sistemas on grid são conectados à rede e possuem suas particularidades em relação ao off-grid. Desta forma, explicaremos por qual motivo você precisa instalar um sistema fotovoltaico on grid em sua residência, comércio ou indústria, de acordo com seus prós/contras e as diferenças de um sistema para o outro. Vamos começar?

O que é um sistema on-grid (conectado à rede)?

O sistema on-grid, ou sistema fotovoltaico conectado à rede, é o sistema de energia solar que permanece conectado à rede de distribuição, assim, em momentos em que não há produção de energia, é possível utilizá-la da distribuidora e, em casos de excesso de produção, recebem-se créditos de energia. O sistema fotovoltaico on-grid é formado por equipamentos com a função de converter a energia solar em eletricidade e, por serem ligados à rede, também podem inseri-la diretamente na rede elétrica, transferindo o excesso de energia gerada para a distribuidora e economizando até 95% da conta de luz. Graças ao sistema on-grid, não é necessário um investimento em baterias solares, barateando a instalação do sistema, além de reduzir sua conta de luz com a utilização dos créditos de energia, conforme o Artigo 14 do Decreto-lei nº 5.163, de 2004, que define a geração distribuída

Como funciona o sistema fotovoltaico conectado à rede?

O sistema fotovoltaico conectado à rede (on-grid) funciona a partir da captação da luz solar por meio dos painéis solares, gerando eletricidade em corrente contínua (CC), que passa pelo inversor solar e é convertida em corrente alternada (CA) e é distribuída para o imóvel. A grande diferença do sistema on-grid para o off-grid é o que acontece com a energia gerada em excesso: enquanto o sistema off-grid armazena a energia em baterias solares, o sistema on-grid transfere para a rede elétrica, gerando créditos de energia para serem usados posteriormente. Veja como funciona o sistema solar conectado à rede, passo a passo:
    1. É feita a captação da luz solar através dos painéis solares fotovoltaicos e, assim, é gerada a energia de corrente contínua (CC);
    2. A partir disso, a corrente contínua passa pelo inversor solar conectado à rede e é convertida em eletricidade de corrente alternada (CA);
    3. Tornando-se o mesmo tipo de energia oferecida pela distribuidora, uma parte gerada pelo inversor é utilizada pelos aparelhos eletrônicos do imóvel;
    4. Seu excedente será transferido para a rede elétrica geral (e o proprietário receberá os devidos créditos);
    5. Por fim, será realizado o monitoramento a fim de medir a geração de energia solar.

Vantagens e Desvantagens do sistema fotovoltaico on grid

Para saber se a instalação de um sistema conectado à rede em seu imóvel ou estabelecimento é opção mais viável, é preciso colocar na balança suas vantagens e desvantagens. Por isso, separamos os principais benefícios (ou não) para você decidir:

Vantagens:  Possui 30% mais eficiência em relação ao sistema off-grid

Desvantagens: Impõe obrigatoriedade de conexão à rede pública de distribuição

Diferenças entre sistema solar on grid e off grid

Para avaliar a melhor opção entre sistemas solares, você precisa entender a diferença entre on grid e off-grid, de modo que seus benefícios podem variar de acordo com a sua necessidade.
Desta forma, podemos adiantar que o sistema solar on-grid possui o diferencial de dispensar a utilização de baterias e controladores de carga, tornando-o 30% mais barato e eficiente em relação ao off-grid. Esse tipo de sistema garante que a energia seja utilizada tanto para consumo local quanto em outro ponto da rede elétrica (autoconsumo remoto).
No caso dos sistemas fotovoltaicos(isolados), são utilizadas baterias para viabilizar o armazenamento do excesso de energia. Por isso, o custo dos equipamentos é mais alto e seu uso não é recomendado em áreas urbanas, tornando mais vantajosa a instalação de um sistema on-grid.
Portanto, se você deseja contar com o auxílio de um sistema que produza energia elétrica para todo o seu imóvel, a melhor opção está no sistema conectado à rede (on grid), porém, é necessário checar se o cliente está no mercado cativo e recebe energia elétrica de uma distribuidora ou permissionária. Além disso, essa solução é mais indicada para os que não se preocupam com a dependência de concessionárias de energia.
Fonte: Portal Solar